Este é o meu quartinho de bagunça. Da embalagem vazia de Chokito ao último livro do Saramago que eu não terminei de ler, você encontrará aqui de tudo um pouco.

domingo, dezembro 28, 2008

Mangia che te fa bene

Alguém pode ver o pão-de-queijo no forno pra mim? Passa a rabanada fazendo o favor? Isso, aí... não, tá lá atrás da fruteira. É, só uma. Por enquanto. Abram espaço na mesa para os ovos fritos no azeite! Usam muito azeite no mediterrâneo, teve até um Globo Repórter sobre isso: todo mundo magrinho e com 100 anos, mas tudo com carinha de 80. Eles também têm uma vida muito ativa, não é só o azeite. E o peixe, eles também comem muito peixe! Aposto que eles não fritam azeite com ovo, né? Porque assim não há cristo que segure o colesterol. Ai, gente, uma goiaba inteira... eu não aguento. Alguém divide uma tangerina comigo? Passa uma facaí pra mim por favor? Não, essa não, uma de ponta, eu prefiro. Valeu, minha nêga! Ainda tem café? Quem mais vai querer café, eu vou fazer mais. Ih, essa rabanada tá entuchando a mesa, alguém ainda vai querer rabanada? E o pão-de-queijo? Minha nêga de Deus, o pão-de-queijo! Mas ele não cresce, não? Ó, se ficar moreno demais não presta, fica duro por dentro. Não, não cresce mais que isso, esse aí é miniatura mesmo. Ninguém tomou suco, heim. Tomou, tomou, sim, mas você fez 2 litros de suco. Ninguém toma tanto suco, nem aqui e nem no Mediterrâneo! É, o negócio de vocês é caixinha. Se estiver numa caixinha, vocês comem; se não estiver, não comem. A médica do Pedro Augusto pediu pra evitar, mas... Pelo menos ele come muita fruta. Esse requeijão aqui ó, já era. Já tem mais café? Divide uma salsicha comigo? Cadê a rabanada que estava aqui? Poxa, eu disse que ia comer mais uma! Não é todo dia que tem rabanada velha na mesa. Também não é todo dia que a família está toda na mesa.

E o café, minha gente, já saiu? Sabe do que eu senti falta no café da manhã de hoje? De nada! Mas, ó: vamos tirar a louça no par ou ímpar, valeu? Vê se Pedro Augusto come um pãozinho-de-queijo de Minas, o bichinho não come é nada. Ô menino difícil de comer, se a gente não fica em cima, hum!

|

Links to this post:

Criar um link

<< Home