Este é o meu quartinho de bagunça. Da embalagem vazia de Chokito ao último livro do Saramago que eu não terminei de ler, você encontrará aqui de tudo um pouco.

domingo, maio 18, 2008

Derradeiro post antes (ou talvez durante) o inferno astral

Vem aí mais um feriado infernal católico pra atravancar minha vida e a de milhões de pessoas proativas que padecem com esses malditos feriados sem-sentido, que as obrigam a transformar 5 dias em 3, o que naturalmente implica na exclusão de duas noites de sono, mas só o sono das pessoas que realmente trabalham e, portanto, odeiam feriados sem sentido, independente de raça, credo ou orientação sexual.

E antes que o maldito feriado acabe de uma vez por todas com o que me resta de humor, e olha que é cousa pouca, vou escrever um post malcriado, malhumorado e, por que não não dizer?, excomungado pela Igreja Católica, criadora de nove em cada dez feriados sem-sentido no Brasil e no resto do mundo ocidental.

Nunca achei que um feriado pudesse ser objeto do meu desamor, mas eis que de repente percebo que num país de maioria macumbeira (sim, católico que tem medo de macumba, macumbeiro é), ainda somos reféns dos feriados católicos que ninguém sabe pra que servem.

Quando um legislador propõe que um determinado dia seja decretado feriado para que os fiéis façam não sei o quê, não sei aonde, ele imagina que seus eleitores hão de gastar o tal dia santo em atividades de louvação ao quê-de-santo se celebre naquele dia, MAS QUEM DISSE QUE ISTO ACONTECE?!? Hã?! Ou alguém aqui sabe pra que diabos serve essa porcaria de Corpus Christi além de um pretexto pra esticar em Buzios?

Feriados religiosos são um atraso na vida da gente. Tudo bem neguinho ter uma religião e levar a ferro e fogo aqueles dogmas todos, mas eu não tenho nada a ver com isso, a economia do país não tem nada a ver com isso, então cada qual com seu probleminha. Os judeus fecham a loja em dia de Yom Kipur e eu nunca vi o Aterro ser fechado por isso. Por que, então, cada um não cuida da sua coisa e deixa os outros em paz? Cada pessoa deve arcar com os custos de seu próprio credo, essa conta não deve ser distribuída pro resto do país. Eu, que optei por não ter credo algum pra não ter de pagar dízimo nem porra alguma por isso, me sinto prejudicada.

Afinal, nos próximos 4 dias, dormirei 2 noites a menos. E não há 30 dias de férias por ano que consigam compensar isso. Não sei se odeio a Igreja Católica por tudo que ela fez para estar entranhada no Governo até hoje ou se odeio o Governo por ser babaca, e pronto.

|

Links to this post:

Criar um link

<< Home