Este é o meu quartinho de bagunça. Da embalagem vazia de Chokito ao último livro do Saramago que eu não terminei de ler, você encontrará aqui de tudo um pouco.

sexta-feira, julho 03, 2009

Eu amo todo mundo

Chapeize, vou passar uns dias enfurnada nas montanhas com meu gato-do-mato (variedade canicola sem raça muito definida, senão não teria devorado meu coração assim, tão completamente) e ficarei off-blog e offline até terça porque a Tim não ama-uá.

Só estou dando essa satisfação porque eu tenho andado amorosa em excesso, chego a ser melosa com meus clientes da clínica, dou beijinho em todos, beijos todos os peludos antes de fazer essa coisa tão antipática que é aferir a temperatura retal, enfim, tô dando bandeira de amor, tô derramando carinho pelo ladrão e por isso eu não gostaria que vocês pensassem que eu não os amo mais.

Eu acho que amo todo o mundo neste exato momento. Ando tão amorosa que nem quero pensar em exceções, até parei temporariamente de ler jornal pra não ficar me torturando muito com isso.

|

Links to this post:

Criar um link

<< Home