Este é o meu quartinho de bagunça. Da embalagem vazia de Chokito ao último livro do Saramago que eu não terminei de ler, você encontrará aqui de tudo um pouco.

sexta-feira, março 07, 2008

A grave crise em Portugal

O trecho a seguir é um bem-humorado relato de minha amada Cristina Alves, companheira portuguesa de luta e correspondente de guerra:


"Quanto aos homens de Lisboa nada posso adiantar. Nem sei se nesta cidade existem exemplares daquilo que temos por hábito chamar de 'homens'. Existem exemplares masculinos, sim. Hetero, raros. Heteros e solteiros, ninguém sabe onde - é como o Santo Graal. E encontrar esse tal hetero, solteiro e além do mais, interessante, é como encontrar unicórnios brancos a passearem pelo Chiado. Não há notícias de nenhum.

Como vês as frases saem-me curtas e incisivas. É como ter um nó na garganta e não conseguir engolir. Nós, as mulheres portuguesas, estamos a passar por um momento doloroso.
Qualquer dia começamos a importar esperma, o que vai resolver o problema da renovação da população portuguesa, mas que por outro lado, vai pôr em causa a existência do "puro" português. O marialva que em tempos idos, por uma mulher, se sujeitava a facadas e tiros de maridos, irmãos e pais enraivecidos, que se deixavam deserdar por amor a uma bela mulher. Isso já é só literatura e daquela dos tempos idos."


***

Ou seja: a crise é geral!

|

Links to this post:

Criar um link

<< Home