Este é o meu quartinho de bagunça. Da embalagem vazia de Chokito ao último livro do Saramago que eu não terminei de ler, você encontrará aqui de tudo um pouco.

sexta-feira, junho 12, 2009

Van'Or leiloa: Cristina A., portuguesa, linda, querida e maravilhosa

Conheci a Cristina pelo blog, ou meu ou da Cora, agora não lembro, e passei momentos deliciosos com ela em 2007, quando uma desilusão amorosa, seguida de notícia de morte, me levou a Portugal em pleno verão europeu. Nada mau, sobretudo quando a companhia alegre e espumante dessa musa lusa ajudou-me a reencontrar graça na vida nos cenários mais estonteantes de Lisboa. Juntas, pusemos velas a Santo Antônio, que em Portugal se grafa "António", debochamos dos homens que morrem de medo de nós, ouvimos alguns fados, bebemos alguns vinhos, choramos com os poemas marinhos de Sophia de Mello Breyner Andresen e, obviamente, selamos uma amizade eterna, da qual ora me imbuo para aqui leiloá-la como peça rara da espécie humana - uma mistura incrível e refinada de surfista, iogue, sushi-woman e curadora de arte, que, se ninguém quiser, eu quero: e aí estará declarada de vez minha bissexualidade altamente, irritante e irreversivelmente seletiva, a ponto do impossível.

Com vocês, minha musa-lusa, Cristina A.:



Van'Or diz:
Minha musa lusa, meu raio de sol patrício, meu pastelzinho de Belém! Vou passar o feriado de hoje (e amanhã) a lembrar de nossa romaria à capela de Santo Antônio, de nossa fé expressa em velas coloridas, cujas cores nem me recordo mais, mas certamente cores de amores, de esperanças de amores, enfim, cores de mulher.

E esse puto desse santo nem pra valorizar tanto frufru!!! Este ano, mais uma vez, vou ter de colocá-lo de castigo, de cabeça pra baixo e sem o menino Jesus, dentro de um copo de água ardente, que é pra ele ver o que é bom pra tosse!

E Cristina, para nosso deleite auditivo, diz:
As velas eram liláses, apesar do livro de Magia Branca recomendar rosa. Mas à falta destas nas lojas da Baixa, optaste pela cor lilás que é vizinha do rosa. Afinal, a santidade do santo deveria dar mais valor à intenção do que a esses detalhes supérfluos. Mas pelos vistos, ele é do tipo rigoroso.

Fizemos os nossos rituais, com o carro parado em segunda fila, com um grupo de italianos a olhar para nós, acreditando, de certeza, que se tratava de alguma tradição vinda lá dos confins da Idade Média (quem sabe se não foram comprar velas de mesa liláses).

Rumámos para Alfama e pedimos uma garrafa de vinho branco, convencidas do quão enternecido estava o Santo António e que rápidamente seríamos atendias nas nossas preces.

Este ano deixo o Santo em paz, não sou de insistir com quem não me quer ouvir. Quem sabe, ele não me ama tanto, tanto, que não suporta a ideia de ver a minha alma (e não só) entrelaçada com um homem maravilhoso de carne e osso. Fico à espera que ele se resolva.

Até lá, não ficamos nem bem nem mal. Não temos tido conversas particulares. Aproveito as festas dele. Como sardinhas, bebo um bom vinho tinto e ele que pense se valeu a pena decepcionar uma mulher que confiou nele. Se por acaso ele pensa que não há homem que me mereça, espero que deixe de ser tão cauteloso e tenha fé na Humanidade; deixe um "tal" vir até à minha vida e logo lhe contarei se ele estava certo ou não. Eu até nem sou orgulhosa e com humildade lhe darei razão se tal suceder.

Acho, honestamente, que o Santo António tem um caso mal resolvido connosco. E pendente. Esperemos que do alto da sua sabedoria também ele saiba repensar as suas decisões. É que nunca é tarde para a redenção.

***

Regras para o leilão: os lances serão enviados secretamente pelo mulhersolteiraprocura arroba gmail ponto com. A identidade dos candidatos não será revelada. Aquele que tiver o melhor lance, o melhor texto, o melhor jogo de cintura, poderá faturar essa portuguesinha encantadora e encantada com o Brasil, com os cariocas e completamente aberta a relacionamentos além-mar. Como leiloeira, só tenho a dizer que a escolha é dela, somente dela, e e eu tenho mesmo muita pena de quem a quiser e não a conseguir, porque eu sei bem o que é almejar tão alto e ter apenas as estrelas intocáveis do céu como prêmio de consolação. A todos vocês, boa sorte!

|

Links to this post:

Criar um link

<< Home