Este é o meu quartinho de bagunça. Da embalagem vazia de Chokito ao último livro do Saramago que eu não terminei de ler, você encontrará aqui de tudo um pouco.

domingo, março 09, 2008

É de famiglia!

Comentei com meu pai sobre a impertinência de alguns alunos da pós-graduação. Ele, que é aluno elevado, assim como eu, contou de seu primeiro dia numa aula de sua segunda graduação há poucos dias: o professor fez aquela atividade constrangedora típica de início de período, em que todos os alunos se apresentam para a classe dizendo o nome e suas principais características. Numa turma repleta de mulheres, 80% do eleitorado se apresentou como "meu nome é fulana, e eu sou muito ansiosa" ou "eu sou a sicrana, e sou perfeccionista". Meu pai, constrangido, se encolheu na cadeira, mas o professor o encontrou e o obrigou a dizer seu nome. Meu pobre pai, obediente, disse. Parte da turma, que conhece o mau humor da fera, cobrou do professor: ele não falou de suas características! E o professor voltou-se pra sua vítima, meu pai, e pediu: "E você, Jorge, como é?".

- Eu sobrevivo sem muitas dificuldades, respondeu.
- Como assim?!?, a turma de sacanas quis saber.
E meu pai, que perde o amigo sem pestanejar, mas jamais perde a piada, explicou:
- Eu me viro bem num ambiente de pessoas ansiosas e perfeccionistas, mesmo quando elas me enchem o saco.

|

Links to this post:

Criar um link

<< Home