Este é o meu quartinho de bagunça. Da embalagem vazia de Chokito ao último livro do Saramago que eu não terminei de ler, você encontrará aqui de tudo um pouco.

segunda-feira, outubro 27, 2008

Kill Bill

Pois é. Rosalda Garotinho, a mafiosa populista mais casca grossa do país, ganhou as eleições de Campos com 59% dos votos úteis. A gente somos inútel mermo, mano. Haja silo pra tanto curral eleitoral!

Por falar em casca grossa, seria ótimo se os milicianos e fanfarrões de rinhas de galo das alianças cabralescas começassem a se matar para tentar garantir cargos no governo municipal do Rio de Janeiro. Afinal, há muitas bocas pra tão pouco sarapatel, e olha que o desespero só tende a crescer agora que Dudu Malvadeza começou a repartir a pizza.

Pode ser só o luto falando por mim, mas quando penso em um futuro político melhor pro Rio, me vem à cabeça um trágico acidente automobilístico com o casal Garotinho e seus filhos (apenas os 23 picados pela mosca azul, os outros 27 poderiam escapar). Depois era só convidar o Quentin Tarantino pro roteiro e a Uma Thurman pro velório, e estávamos conversados. Só escapariam vivos os mafiosos que mandassem o assessor em seu lugar.

Tem gente que sonha em ganhar na sena. Eu sonho com coincidências cinematográficas.

|

Links to this post:

Criar um link

<< Home