Este é o meu quartinho de bagunça. Da embalagem vazia de Chokito ao último livro do Saramago que eu não terminei de ler, você encontrará aqui de tudo um pouco.

sexta-feira, outubro 24, 2008

Onda verde


Sou uma pessoa temente à lei, então jamais usaria camiseta com o nome de qualquer candidato no dia das eleições, mas um verdinho básico pode, minha gente! Sugiro que todo mundo tire uma fotinha com a roupa verde na frente da seção eleitoral. Não sei quanto a vocês, mas se o Paes ganhar, eu vou passar 4 ou 8 anos mostrando a minha foto verde pros eleitores do Paes que vierem reclamar da vida comigo. Vai ser meu jeito verde-de-raiva de dizer "eu te disse, mas eu te disse!"

E você, servidor público federal ou estadual que já está com a malinha no carro pronta pra mais um fim-de-semana prolongadão às custas de sua alienação política: não pense o senhor que alguma janela blindada será capaz de o proteger dos próximos quatro anos. Querendo ou não, a política afeta a vida de todo mundo (então é bastante questionável que o senhor troque 3 dias de férias por quatro anos de inferno de mão beijada).

ATUALIZAÇÃO IMPORTANTE: a Fernanda, leitora do blog da Cora, escreveu algo que o jornal de hoje confirmou de forma muito menos simpática:

"Não é crime não, mesmo após a alteração da lei 9.504/97 pela Lei 11.300/06. Porém, muitos mesários não sabem disso e acabam impedindo eleitores de ingressarem nas zonas eleitorais.

Agora, é vedada na campanha eleitoral a confecção, utilização, distribuição por comitê, candidato, ou com a sua autorização, de camisetas, chaveiros, bonés, canetas, brindes, cestas básicas ou quaisquer outros bens ou materiais que possam proporcionar vantagem ao eleitor. Ou seja, o eleitor tem que confeccionar, por conta própria, sua camiseta.

Se quiser saber mais a respeito, é só entrar no site do TSE ou TRE-RJ!!!!!!!!!!"

Ou seja: o senhor, Seu José, e a senhora, Dona Maria, podem votar com a camiseta do Gabeira, que não tem tempo quente algum.

|

Links to this post:

Criar um link

<< Home