Este é o meu quartinho de bagunça. Da embalagem vazia de Chokito ao último livro do Saramago que eu não terminei de ler, você encontrará aqui de tudo um pouco.

segunda-feira, março 23, 2009

Check-list pré-viagem

1. Seguro saúde (com cobertura para acidentes com cavalos, lhamas, vinhedos e quetais).
2. Farmacinha emergencial (com medicamentos para cobrir 90% das infecções gastroenterais, remédios para a hipóxia das altas altitudes, remédios para choque anafilático e para quase tudo aquilo que mata antes que o contribuinte tenha a chance de chegar a um hospital: minha farmacinha só não tem desfibrilador porque meu limite de bagagem é 20kg, valeu?)
3. Reduzir a farmacinha emergencial pra fazer espaço pra uma roupinha de frio ou duas;
4. Desodorante forte, pra poder passar uma semana com uma roupa de frio só (ou duas);
5. Biquini e suéter de lã (porque o Chile e o Peru são muito magros, e por isso têm praia dum lado e frio do outro);
6. Jaqueta contra vento, chuva e frio. Ou uma jaqueta contra chuva, uma contra frio e uma contra vento. Ou escolher aquela que dá conta do pior dos três, porque três em um, só se for pra pagar 500 pratas, e 500 pratas eu não pago! Prefiro me rasgar todinha, de cima a baixo, a pagar 500 reais numa peça de roupa ridícula.
7. Tocador de música com 16GB de música. Ninguém merece repetir faixa nas férias.
8. Certificado de imunização contra a febre amarela. O governo é uma coisa estranha: te vacina de graça no posto de saúde perto de você e te dá um papel que não serve pra porra nenhuma; no entanto, se você for um desocupado com muito tempo livre, pode pegar esse papel-lixo e dar um pulo com ele lá na PQP do Galeão pra trocar por um certificado com validade internacional. Cara de de palhaço, pinta de palhaço...
9. Passagem de trem para Macchu Pichu. Quem não compra as passagens com pelo menos uma semana de antecedência, morre na praia. Tão perto e tão longe: as ruínas são exclusividade dos viajantes pré-organizados.
10. Imprimir o melhor do Lonely Planet. Nada que vá matar alguma floresta. O Lonely Planet não tem lá tanto conteúdo.
11. Filtro solar FPS50. Pedro Bial é meu pastor e nada me faltará!
12. Tô brincando em relação ao Pedro Bial. Na verdade, quem falou aquelas coisas todas sobre o filtro solar foi o Baz Luhrmann.
13. Cortar o cabelo. Odeio viajar sem cortar o cabelo, porque cabelo é coisa que dá trabalho, sobretudo em viagens. A mulher tem que ser prática: pode levar creme pra celulite, mas convém deixar o cabelo no chão do cabeleireiro.
14. Um só livro de short stories, porque os vôos dentro da América do Sul não são assim tão longos.
15. E que esse livro seja um do David Sedaris, porque as férias precisam ser divertidas a todo custo.
16. Tênis de corrida. Férias não são endosso pra auto-indulgência.
17. Maquilagem? Sim. Removedor de maquilagem? Não. Vamos salvar os pandas!
18. Máquina fotográfica? Sim! Tirar mais de 100 fotos que nem você terá saco de rever? Claro que não.
19. Guia rápido de portunhol? Si, si! Compromisso em passar do Hola, que tal? No, no.

Afinal, gente: se a gente levar as férias a sério demais, onde esse mundo vai parar?

|

Links to this post:

Criar um link

<< Home