Este é o meu quartinho de bagunça. Da embalagem vazia de Chokito ao último livro do Saramago que eu não terminei de ler, você encontrará aqui de tudo um pouco.

domingo, março 22, 2009

Prurido psicológico

Uma moça levou um poodle-lata mega fofolete pra consulta semana passada. Era um daqueles cachorros-pompom que fazem a gente querer fazer compra de bichinho de pelúcia. A proprietária disse ser dona da mãe da ninhada, e contou que a família que adotou aquelezinho ali o tinha devolvido sob a alegação leviana de que todos na casa ficaram com coceira desde que o cachorrinho chegou.

Examinei o peludinho e encontrei umas caspinhas insignificantes, impetigo de bebê, nada que justificasse uma família inteira se coçando. Falei, do alto de meu desprezo profundo por gente que se coça por causa de cachorro:
- Foi bom eles terem devolvido o cachorrinho, só assim você pode encontrar uns donos saudáveis, do tipo que não tem alergia a cachorro. Gente alérgica é super problemática. Você não quer que seu neto pare numa família problemática.

Ela concordou e foi pra casa super feliz. Solução: novos donos. Problema resolvido.

Antes que entrasse o próximo, falei pros estagiários:
- Caraca, galera: eu estou me coçando inteirinha.
E eles:
- Eu também!
- Putz, achei que fosse só eu...

- Ah, gente, o cachorro não tinha nada, isso só pode ser psicológico. Vamos em frente que atrás vem gente!
- É, não há de ser nada.
- Deus é pai.


Amém. Porque não era nada mesmo.

|

Links to this post:

Criar um link

<< Home